A profissão de restaurador não é regulamentada?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O processo de restauração de imagens é lento e trabalhoso, que deve ser feito por pessoas totalmente capacitadas para evitar possíveis problemas. Esses cuidados mostram o quanto é importante que um profissional realize esse trabalho, garantindo que ele estará de acordo com as expectativas e mantendo a essência do que ele era quando foi concebido. A restauração de imagens sacras não é fácil, e não é para qualquer um. No entanto, no Brasil a profissão não é regulamentada, ou seja, não há uma lei que defina quais são atividades exclusivas. A boa notícia é que há projetos no congresso nacional em andamento nesse sentido.

Este não é um trabalho simples e que carrega enorme responsabilidade quanto à preservação das condições originais de objetos, livros, obras de arte, muitas vezes de elevado valor financeiro, além de cultural. Portanto, na prática, as exigências quanto ao trabalho de excelência existem e a graduação na área ou em artes plásticas são os principais meios de ingresso na carreira.

No Brasil também há poucos cursos de restauração, há também opção de formação no exterior, principalmente na Europa; este continente tem extensa tradição na área e, obviamente, obras que ultrapassam em muito a idade das brasileiras.  Esta área que tem um bom “campo de trabalho” no Brasil, ou seja, há várias possibilidades de inserção e uma demanda (necessidade) de trabalho crescente. Porém seu mercado de trabalho ainda é restrito, pois os investimentos ainda não são adequados às necessidades. Em um curso de restauração de obras de arte, os alunos têm contato com fontes riquíssimas de sabedoria artística, por meio de professores/escultores capacitados não só na teoria ou na história dos movimentos artísticos, mas também na prática autoral na produção das próprias peças ou na restauração de incríveis obras de arte.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×