Preservar obras de artes exige muito cuidado

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O mercado de trabalho no setor de arte é bastante segmentado, uma vez que os investimentos ainda não são a altura das exigências de reparos e partem, sobretudo, do lado estatal. Porém, a expectativa é que as chances para um restaurador de obras de arte apareçam cada vez no país devido crescente atração na preservação de elementos históricos e culturais. Há algum tempo atrás restauradores de arte, curadores de museus e cientistas de todo o mundo se reuniram no início de fevereiro em Caracas, Venezuela, para discutir algumas preocupações crescentes com a recuperação de obras de arte e peças de acervos em todo o mundo, principalmente em climas tropicais, onde são mais atingidas por mofo, fungos e insetos.

Assim, a ciência finalmente “estabeleceu uma base sólida no mundo da arte, já que um estudo comprovou que a utilização da biotecnologia ajuda na preservação da arte, e diretor do Programa de Biotecnologia da United Nations University para a América Latina e Caribe.

Nesse sentido, fica comprovado o quanto um restaurador é importante, pois seu trabalho mescla conhecimento prático e muita experiência em teoria, já que ele terá que dar novo sentido a algo que já foi montado por outro artista. Fica claro que esse trabalho não é dos mais simples, pois demanda muita responsabilidade em relação a preservação das condições originais dos itens: obras, livros, peças, joias, quadros e os utensílios que podem ter incrível valor financeiro, sentimental ou cultural.

Portanto, na realidade, as exigências quanto ao cumprimento do trabalho como um restaurador de obras de arte de alta qualidade existem e uma formação neste setor ou em artes plásticas podem representar as melhores maneiras de dar início a sua carreira.

De modo geral, esse segmento de restaurador de obras de arte conta com um campo de trabalho promissor em todo território nacional. Isso significa que têm algumas oportunidades de entrada e até mesmo a necessidade de trabalho cada vez maior.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×